sexta-feira, 6 de abril de 2007

Porra Galera!

Eu sempre falei que textos começados por palavrão eram maneiros. Creio que esse não seja. Mas ele é totalmente necessário e eu acredito que vocês são bem grandinhos para compreender esse post.

Antes de tudo eu quero agradecer a chuva de comentários no post anterior. É muito legal falar de um projeto novo, o qual você não tem controle e nem certeza do resultado e ver que um monte de gente te dá todo o apoio para que aconteça e que tudo dê certo. Quem me acompanha por todo esse tempo sabe que eu sempre dei todo o crédito a quem merecia: o leitor. Vocês são a força motora desse blog. Por menor que ele seja, e não é papo de locutor de rádio AM, cada um aqui sempre foi meu amigo, meu confidente, meu vigia e a minha força por esses quase dois anos. Sempre que posso, estou dando os créditos a cada um que me manteve vivo por todas as dificuldades que vivi.

Tá bom, vamos cortar a baboseira. Eu não vou republicar o texto do filme. E tenho uma razão para isso. Vocês mesmos. Sei lá, é como contar para um amigo um filme que ele vai ver. E vocês vão me responder: foda-se eu quero saber mesmo assim, por que você não republica?. E a única resposta que eu tenho para dar é a clássica que um pai tem para um filho: Porque não e eu sei o que é melhor para vocês.

Mas posso dizer algumas coisas sobre aquele texto. Ele teve uns 20 comentários, quase um record para o meu blog. Fora isso, 3 pessoas me procuraram para fazer um curta dele – então ele não pode ser tão ruim. E o melhor disso tudo – para mim, é claro – ele é uma história real e eu ganhei um boquete nessa história!!!!!

Eu estou discutindo o roteiro com os Claudios. Eles estão transformando tudo que eu escrevi para uma linguagem televisiva. Eles estão trabalhando duro para que o filme fique do cacete e eu tenho total confiança nos dois. Fora isso, os caras estão empolgados de acatar uma sugestão minha: produzir outros filmes de histórias do blog (aceito sugestões). O que peço para vocês é um pouco de fé. Na estória e neles. Tenho certeza que o resultado final sairá com uma qualidade boa para os padrões que a coisa esta sendo produzida. Além disso, combinei com eles que cada detalhe dessa produção será publicada aqui para que vocês acompanhem tudo em “loco”. (sempre sairá com o marcador Fazendo as Regras)

E, para resumir tudo, obrigado pela confiança e desculpa de não republicar o texto, mas é por uma causa nobre. Voltamos a nossa programação normal!

16 comentários:

  1. Tá subindo na vida, mano...
    E eu vou fuçar o webarchive e ver se acho o texto, não gosto muito de surpresas...
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. "Da nada" voce nao postar! Nois acompanha assim mermo. vic vale pedir um convite pra pre-estreia??? hehehehe

    ResponderExcluir
  3. Vou ser um filho obediente para variar e não vou trapacear e procurar no webarchive...

    Mais tenho um motivo para estar tão tranquilo com este estado de "não saber"...

    Simples, eu sei!
    Minha prodigiosa memória lembrou do contexto geral de Walk of Life.
    Só ñ vou falar pq sou egoista e que se foda!
    HAHAHAHAHAHAHHAHAHA!

    ResponderExcluir
  4. Porra! Walk of life é do cara que acabou de comprar o disco do dire straits e descobriu que o vic comeu a irmã dele... certo?

    ResponderExcluir
  5. Sobre opiniões de outros texto para virar filme...

    Aquele do churrasco em Buzios!
    Para mim o melhor exto de todos os tempos!

    ResponderExcluir
  6. Eu acho que lembro desse texto... hehehe

    Mas textos que eu sempre lembro são: "Jogo da vida", "Porque escrevo bêbado", e um que não lembro o nome, mas era sobre a trombeta... hehehe

    ResponderExcluir
  7. nohhh faz um curta do texto 5 regras pra comer a irma de um amigo
    uerheuhruehr
    ele eh hilario

    ResponderExcluir
  8. Ervas na mesa daria um bom curta

    ResponderExcluir
  9. no cara leio seu blog a muito tempo
    trabalho bem feito pra caraio na moral.
    e tipo tem 2 textos q eu axo massa
    nao lembro os nomes mais o do q
    vc comeu a irma de um amigo
    e a do primeiro fumo
    ta aee as sugestoes
    abraco

    ResponderExcluir
  10. Sim, a história do "Walk of Life" á hiastória da irmã do Luiz. (que não vai ficar nem um pouco feliz quando vê essa porra em filme).

    Só não quero republicar ela agora para não estragar os detalhes. Mas ele é um texto bem legal e eu to acrescentado um ou dois detalhes para o filme ficar um pouco diferente do texto original.

    Ta aí.. Ervas na Mesa realmente daria um bom curta. Vou sugerir aos Claudios no próximo chopp, digo, na próxima reunião.

    ResponderExcluir
  11. ahhhh eu lembro desse texto....
    aeuhaeuhae
    foi muito hilário mesmo...

    ResponderExcluir
  12. Vic,
    Pelos comentarios me lembrei do texto também... Acho que vai ficar louco...
    Como sugestão também voto no do churrasco em Buzios! Acho que ficaria muito bom na tela.

    ResponderExcluir
  13. Próximo curta: Churrasco em Búzios, sem dúvida!!

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. a curiosidade é cruel, pau no cu!

    o "não" já foi dito, não existe ficar insistindo como uma ansiosa pós-moderna, cheia de manias, sedentarismo e tiques nervosos...

    mas, tipo, não rola nem uma sinopse?? hehehheheheh

    aaahhh... vou morrer de curiosidade!!!

    ResponderExcluir