quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Para quem gosta de desenhar quadrinhos

Uma madrugada chego em casa bêbado, abro o Twitter e descubro que alguns malucos estão fazendo uma história em quadrinhos coletiva durante a Campus Party. Já era tarde, mesmo assim resolvi arriscar escrevendo um roteiro e enviando por e-mail. Infelizmente eram quase seis da manhã e os desenhistas não são tão insones como os escritores.

Fiquei com essa história encalhada no meu computador. Hoje resolvi edita-la em formato de peça e coloca-la no blog. Se algum maluco estiver a fim de desenha-la, sinta-se a vontade. É um pouco diferente das coisas que eu constumo escrever, mas tá valendo. Entretenimento puro.


Tempos Modernos (Peça em 1 ato)


Cenário: Ala de um castelo, provavelmente na transilvânia.

Mote: Lorde Drak - vampiro clássico, com capa de cetin, sobrancelhas ameaçadoras. Quase um Don Drácula - convida seu servo vampiro, Leandro - Nerd típico. Gordinho, barbudo e camisa do Wolwerine - para jantar.

Legenda: LD = Lorde DraK LE = Leandro

Lorde DraK entra em cena balançando dramaticamente sua capa de cetim. Ele mostra seus dentes caninos e para no fim da escada enquanto Leandro Tecla no computador. Pela janela podemos ver a lua cheia.

Lorde DraK: Enfim, a noite! Vamos jovem Leandro, a noite já derramou seu manto negro sobre a cidade.

Ação: Leandro continua no computador por um tempo sem responder. Só escutamos o barulho das teclas sendo metralhadas. Depois do desconforto, ele diz:

Leandro: Desculpa, o que você falou Lorde DraK?

LD: Você pode largar esse computador enquanto eu falo com você?

LE: Foi mal, eu estava no Twitter.

LD: Está na hora. O sangue mortal nos aguarda!

LE: Ah...Hoje Não. Acho que vou ficar em casa.

LD (tom surpreso): Está recusando um convite de caçada para ficar em um chat com seus amigos?

LE: Não é chat, chefia. É Twitter.

LD (cara de quem peidou cheiroso): Pra mim é tudo a mesma coisa.

LE: Você diz isso porque é coroa.

LD: Você me chamou de que?

LE: Coroa. Você sabe. Velho, gagá, esclerosado, caduco, estagnado, parado, obsoleto, arruinado, desusado, antiquado.

LD (fazendo pose de mal): Como ousas desafiar o seu senhor?

LE: Senhor, não! Ancião! Meu camarada, você barrou o Raul Seixas! Você nasceu há mais de 1000 anos atrás!

LD: - Isso é ultrajante! Durante todos os meus anos de existência nunca presenciei tamanha afronta!

LE: Eu também não. Sabia que eu fiquei duas horas baixando o novo episódio de Lost e quando ele finalmente chegou era Fake?

LD (puto dentro das calças): Basta! Você é o meu discípulo e eu exijo respeito!

LE (finalmente vira sua cadeira giratória e olha para Lorde Drak): Foi bom você tocar nesse assunto. Eu estava pensando aqui, quando eu vou ter um padawan?

LD (com cara de interrogação): Pada... o que?

LE: Padawan. Você não sabe? Eu não acredito. O único cara que eu conheço que teve a possibilidade de ver a trilogia original no cinema não sabe o que é Padawan.

LD (envergonhado): Mas eu sei me transformar em morcego...

LE: Grandes merdas....

LD (anda pela sala, preocupado): Esta cada vez mais difícil escolher um bom discípulo. Antigamente você mordia qualquer um e ele virava seu seguidor eterno.

LE (levanta da cadeira): Os tempos mudaram, Tiozão.

LD (coloca a mão no ombro de Leandro): Meu filho, me escuta. Desde que eu sou vampiro eu nunca recebi uma recusa de um discípulo a um convite a uma caçada.

LE: Olha, chefia. Eu sei que você é o manda-chuva do clã e tudo mais, só que hoje eu não tô afim. Vai passar o especial do Star Wars do Frango Robô na televisão e eu não quero perder.

LD: Mas você não vai se alimentar?

LE (apertando as banhas): Eu tô um pouco gordinho e resolvi fazer uma dieta. Faz o seguinte, me traz um anão quando você voltar.

LD (fazendo uma cara bem assustadora parte para cima de Leandro): Como Ousas?

LE (fazendo o movimento do Ryu - Street Fighter - soltando magia): Ereng Nok!

LD (com cara de bosta): Que porra é essa?

LE: Isso era o que o meu clérigo fazia quando encontrava um monstro em Ravenloft

LD: Ravenloft?

LE: Vai falar que você nunca jogou AD&D?

LD: Eu nem sei o que é AD&D...

LE: Vai falar que você nunca jogou RPG?

LD: Nunca

LE: Impossível. Eu não acredito nisso....

LE: Nem Vampire?

LD: Eu nem sei do que você está falando.

LE: Qual é o seu problema, Drak? Você parou no Windows 97 e nunca mais se atualizou? Se liga, bicho. RPG, AD&D, Vampire...

LD (coloca a mão na cabeça): Como eu gostaria de voltar para 1600 quando as coisas eram mais simples.

LE (também coloca a mão na cabeça): Eu não acredito. Você parece meu pai. Aposto que nem perfil no Orkut você tem....

LD: O que?

LE: Ah..... Impossível. Qual é o seu e-mail?

LD: Eu desisto. Tudo que eu pedi foi um servo normal. Um companheiro para enfrentar a dor da eternidade! Alguém para dividir o fardo imortal. Um amigo fiel para as noites de caça.

LE: Eu desisto. Tudo que eu pedi foi um mestre como Obi-Wan Kenobi. Alguém que me ensinasse a importância de ser vampiro. Um amigo fiel para jogar RPG por toda eternidade!

LD (pulando com suas garras para matar Leandro): Basta! Sua existência inútil termina agora!

LE (pulando com os punhos cerrados na direção de Lorde Drak): Eu gostaria de ter uma frase marcante para esse momento!

Ação: Lorde Drak soca Leandro no peito. Leandro cai no chão. Lorde Drak agarra a camisa de Leandro enquanto levanta a outra mão com as garras escorrendo sangue.

LE: Você não vai falar nada? Parece Mangá! Eu odeio Mangá!

Ação: Lorde Drak dá o golpe mortal em direção ao rosto de Leandro. Leandro desvia do golpe. Leandro aponta sua mão em direção ao computador. Um sabre de luz voa do lado do monitor para a mão de Leandro. Lorde Drak por cima de Leandro que segura o sabe de Luz.

Efeito Sonoro: Whommmm.....

LE: Babou para você.

Ação: Leandro corta Lorde Drak ao meio.

LE (olha para as duas metades de Lorde Drak no chão e limpa o sangue em seu rosto): Que merda!

Ação: Leandro volta para o computador

LE: Eu sei que quando eu postar isso no Twitter ninguém vai acreditar.


Um comentário:

  1. Gostei! Estou lendo os arcos, tb! É... Vic, será q vc vai se tornar mais um, dos meus novos vícios? Pirata.

    ResponderExcluir